O Poser acaba de mudar de lar

Quem a partir de hoje acessar o site da Smith Micro talvez perceba uma mudança.

Página inicial dos produtos gráficos da Smith Micro

O Poser já não faz mais parte do seu leque de produtos.

Depois de vários anos sem atualização, agora está nas mãos da Renderosity. A nova proprietária do Poser é uma empresa voltada para o treinamento, desenvolvimento e comercialização de arte digital e modelos 3D.

Dessa forma, existe agora uma possibilidade de melhor tratamento do software em relação a sua antiga casa, que praticamente não atuou em seu aprimoramento.

O futuro do Poser

Poser já foi o líder do desenvolvimento de modelos 3D, mas que foi superado por empresas que chegaram com estratégias mais modernas e eficientes.

Para começar agitando o mercado, a Renderosity está oferecendo o upgrade de qualquer versão anterior para o Poser Pro 11 com um desconto especial.

Parece que a estratégia é dar uma alavancada nas vendas e criar uma nova corrente de usuários.

Se você é proprietário de qualquer versão anterior do Poser ou Poser Pro, pode fazer o upgrade para o Poser Pro 11 por $99.00. Essa é uma maneira rápida de colocar todos os usuários no novo patamar.

Com relação a isso, a nova empresa manterá todos os contratos de licença dos usuários das versões anteriores, respeitando os usuário que adquiriram o produto através da Smith Micro.

Existe uma grande expectativa que a partir de agora o programa volte a evoluir e aumente a compatibilidade com outros produtos e mesmo os já disponibilizados pela Renderosity.

Como isso afeta o Moho?

A Smith Micro por muito tempo tem demonstrado pouco interesse nos seus produtos. Além do Poser, outros programas já estão a muito tempo sem atualizações como o Montion Artist e o Moho que é o que interessa a nós que gostamos da animação 2D.

Nessa semana a SM começou a divulgar uma série de postagens com breves demonstrações das novidades que virão com a versão 13 do Moho.

A primeira vista as mudanças parecem poucas e voltadas para o aprimoramento das ferramentas já existentes no Moho, com um enfoque na produção 2.5D.

Para quem curte o Moho pela sua facilidade na animação com vetores, essas são boas notícias, mas para quem esperava uma evolução nas ferramentas para a animação tradicional talvez se decepcione, um pouco.

Algumas melhorias nas ferramentas de desenho estão aperfeiçoadas, mas não sei se serão suficientes para agradar o público.

Na próxima semana, com o lançamento do Moho 13, eu trarei uma postagem mostrando com mais detalhes o que realmente teremos com essa nova versão.

Pelo que virá pela frente dará para ter uma noção melhor do que esperar da Smith Micro para o desenvolvimento desse software. Será que ela está empenhada em aperfeiçoá-lo ou será outro a mudar de endereço?

Curta e compartilhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*